16/03/2015

Schauble - a arrogância imperial...

Resultado de imagem para schauble cartoon

Ainda ninguém entendeu o que a Grécia quer, diz o ministro das Finanças alemão

Quem é que não entendeu? Qualquer europeu defensor da democracia e que se oponha aos abusos dos amos do mundo, entendeu que a Alemanha não pode arvorar-se em exemplo de nada nem de ninguém, enquanto não saldar a dívida contraída com os povos que sofreram o terror dos criminosos nazis. Hitler chegou ao poder com os votos da maioria dos alemães, pelo que nem sequer podem argumentar que o responsável era o ditador. A Alemanha do poder actual, arrogante e insolidária, engorda todos os dias com a miséria imposta aos povos da Europa do sul com essa arma chamada austeridade, que maneja tão bem como o fuhrer manejava os canhões e as técnicas de genocídio nos campos de concentração. O crime não deve ficar impune, e os europeus não se podem dar ao luxo de pactuar com a ideia de que o crime compensa, pois correm o risco de deixar de ser cidadãos para passarem a ser escravos de um novo tipo de reich - financeiro. Diz  Schäuble - Atenas "destruiu toda a confiança" , e engana-se mais uma vez, ou mente, porque não pode confundir o sentimento dos povos com a ideia que lhe podem transmitir os politiquinhos servis ao serviço da sua causa neo-liberal. Hoje, os povos europeus que sofrem na pele o ataque de que são alvo pelo poder dos banqueiros e dos interesses financeiros, têm mais claro que a mudança começou na Grécia, mas que em breve se estenderá a Espanha e outros países que não suportam mais a arrogância de poderes não eleitos e antidemocráticos. Ou construímos uma autêntica União Europeia dos povos, ou recuperaremos a soberania e a dignidade quer gostem ou não, mas não deixaremos que nos subjuguem. E a propósito, a Alemanha que pague o que deve ao povo GREGO.