17/07/2013

"Vivemos no melhor dos mundos" - Decreta-se o fim da crise!

Agora sim, tudo normalizado. Consensual. O PS, como partido troikista que é - embora durante uns tempos tenha andado a disfarçar -, juntou-se ao PSD e ao CDS, como tem que ser. A UGT como central do poder, com os patrões e o governo, como deve de ser. E os resultados já se notam. Já se vê o crescimento económico ao virar da esquina; milhares de postos de trabalho e o desemprego a desaparecer; o BIC/BPN a devolver o dinheiro que o PS e o PSD/CDS retiraram aos cidadãos nacionais para "salvar” o banco do Cavaquistão; o BANIF a tornar-se a empresa bancária mais poderosa do mundo e a não precisar mais do dinheiro dos contribuintes; as instituições financeiras internacionais a pedirem conselhos aos sábios economistas austeritários lusos; os banqueiros a baixarem os lucros e a tornarem-se solidários com os reformados e pensionistas; o Relvas a estudar para acabar legalmente a licenciatura; o Dias Loureiro a entregar-se voluntariamente à justiça (?) para ser julgado; os juízes a encherem as cadeias de corruptos; o Paulo Irrevogável Troca-Tintas a ser nomeado para nobel da (in) dignidade e (in) coerência; o Passos Coelho a inscrever-se num curso de Verão de Canto Lírico e a fazer-se sócio duma IPSS de protecção e defesa dos animais; o Gaspar a receber o prémio europeu de melhor contabilista do confisco; o Seguro a ganhar a prova de meia distância “apanha-se mais depressa um demagogo mentiroso do que um coxo”; o Sócrates a tornar-se  autor de best sellers com a obra intitulada “Narrativas Apócrifas”; o Manuel Alegre a jurar – e a querer acreditar - que o PS é um partido de esquerda, diferente do PSD por causa da sua história; o Anibal Silva a ser canonizado e a competir em santidade com a sua “patrona”, a virgem de Fátima, mas sempre de acordo com as regras da livre concorrência; a Fátima Campos Ferreira a ser a eleita para a primeira entrevista ao novo santo; o Marcelo Rebelo de Sousa convidado para substituir a Oprah Winfrey no talk show da TV americana, por ser o único capaz de fazer subir as audiências; o Marques Mesdes que cresceu quinze centímetros devido a negligência médica, mas que num acto de boa vontade já disse que não vai processar o cirurgião porque errar é humano; a Merkel a coçar a barriga de contente, e a pensar pedir a nacionalidade portuguesa para se candidatar à presidência da República; Portugal a ser o primeiro país a mandar cosmonautas a Júpiter; os incendiários a controlarem os incêndios. Por outras palavras, dizem: “Vivemos no melhor dos mundos” - Decreta-se o fim da crise! Tudo pela salvação (?) nacional, oremos aos MERCADOS*...
(*Ficam isentos destas orações os ateus, os agnósticos e pessoas que professem outras religiões  que assim o desejem.)

Dívida pública atinge os 127,1% do PIB até março