20/05/2013

UHF, "A Minha Geração" - Retrato Social na Arte de uma Canção

A minha geração
Acreditou em promessas
Engrossou a procissão
Foi indo na conversa
Aceitou o futuro
Como se fosse o presente
A cenoura e o burro
Qual dos dois vai à frente

A minha geração
Deu tudo por uma casa
Mistério e padrão
De uma vida hipotecada
Encheu-se de rotinas
Começou com o casamento
Uma vida preenchida
Sem nada por dentro

A minha geração, a minha geração, a minha geração
... ... ...
A minha geração
Ainda fuma uns charros
Essa espécie de refrão
Que acende o passado
Transferiu para os filhos
Os sonhos adiados
Chamou-lhe destino
Nos versos de um fado

A minha geração, a minha geração, a minha geração
... ... ...
A tua felicidade, de bens de consumo,
a jura e a conversa de querer mudar o mundo,
chegou àquela serra, deixou-se apanhar,
a vida é uma arena onde nos querem lixar

A minha geração, a minha geração, a minha geração
A minha geração, a minha geração, a minha geração