09/12/2012

Relvas foi à universidade...

A notícia deixou os cépticos boquiabertos. Quem tivesse dúvidas ficou agora esclarecido: Miguel Relvas esteve neste fim de semana na prestigiada universidade política da JSD- Lisboa, não na qualidade de aluno mas de catedrático. Da sua dissertação aos alunos da JSD, destaca a brilhante conclusão a que chegou sobre as eleições autárquicas do próximo ano: "2013 é propício a mudanças no poder local", disse. O ministro de Assuntos Vários - parlamentares, espionagem, negócios, propaganda, etc. - que tem como assessor, no cargo de primeiro ministro, outro destacado ex-aluno da universidade da JSD - Passos Coelho -, falou ainda e de forma intima com os presentes, confessando que "Eu tenho uma ambição e um sonho...". Já à margem das funções de professor, respondeu às questões colocadas por alguns jornalistas dizendo que "desconhece «o que se passa no dia-a-dia» na RTP",  e manifestou um óptimo sentido de humor ao falar da "dor de cotovelo" dos seus correlegionários social-democratas do PS sobre as privatizações, e ao tentar assustar o amigo António Costa com a confissão de que irá votar no candidato Fernando Seara. Alguns analistas,comentadores e politólogos - que para já pedem o anonimato -, dividem-se na interpretação e ilações a tirar desta estreia universitária do ministro mas, em círculos restritos, fazem-se já apostas sobre o futuro do mesmo, havendo os que garantem que Relvas deixará em breve o governo para se dedicar exclusivamente à carreira académica, e os que preferem augurar-lhe um "amanhã" promissor escrevendo os guiões dos Malucos do Riso. Certezas, certezas, só as teremos quando Marcelo Rebelo de Sousa e Marques Mendes se debruçarem sobre o assunto, e nos derem conhecimento das  suas adivinhações.