17/12/2012

Miguel Relvas, José Dirceu, German Efromovich - clube de bons rapazes...

Miguel Relvas - o verdadeiro chefe do governo -, continua a saga privatizadora  vendendo Portugal a preço de saldo, em mais uma negociata de contornos nada transparentes. Os desenhadores do projecto são sobejamente conhecidos - um ministro português que destaca por tudo o que é falta de vergonha e de dignidade para ostentar o cargo que ocupa, um político brasileiro que está preso por corrupção, e um empresário com pelo menos quatro nacionalidades, porque o poder do dinheiro tudo consegue para conseguir mais dinheiro. Claro que "à mulher de César não basta ser séria, tem que parecer séria", exactamente o contrário desta quadrilha que tem o país sequestrado que, por não o ser o pretende  parecer,   pois só assim se pode entender a  posição tomada pelo porta-voz de Relvas - Passos Coelho -, com mais uma encenação de "virgem ofendida" ao transformar-se na voz do amo, porque, como diz o ditado, amor com amor se paga.

http://www.publico.pt/economia/noticia/gabinetes-de-jose-dirceu-promoveram-a-entrada-de-efromovich-na-tap-1577654