30/10/2011

Para mais tarde recordar...

ÁLBUM FAMILIAR. 
Um dos senhores viaja muito. Nada de estranhar, quem paga as passagens - de ida e volta -, sabe em cada momento onde se encontra, pois faz-se sempre acompanhar por dezenas de "anjos da guarda" que o acompanharão de volta ao santo lar.
O outro senhor não se sabe se viaja muito ou pouco. Ao contrário do primeiro, ultimamente nem sequer se sabe do seu paradeiro. É do conhecimento geral que também tem estreitas relações com os anjos, mas de outra espécie. Os anjos do segundo - ao contrário dos anjos do primeiro - não são visíveis à vista desarmada, e jamais nos dirão onde se encontra. Certeza certezinha só há uma: tanto as viagens do primeiro como o "retiro celestial" do segundo, só são possíveis graças à boa vontade do erário de terceiros. 

O "centralismo espanholista de Madrid" só existe, porque existem imbecis que lhe dão sentido...

A Espanha teria ficado melhor com Portugal do que com a Catalunha


São os herdeiros naturais de Franco, com o seu  "Bourbón de alta graduação" e os seus súbditos do PSOE e do PP que, amparados numa plebe dominada por dezenas de anos de manipulação propagandista e irreal sobre a "grande e indivisível Espanha", com os seus touros, duquesas e virgens santas e outras que nem tanto, ainda não perceberam que os Povos são o que são, e não aquilo que gostariam - mesmo à força - que fossem... E o Povo Português é Português e não é espanhol, como o Povo Catalão é Catalão e não espanhol, por muito que lhes doa aos Peces Barbas todos do reino - espanhol, claro -, na sua permanente negação e recusa das evidências. Falaremos português em Portugal, catalão na Catalunha, galego na Galiza, euskera em Euskadi e respeitaremos o castelhano, mas não nos venham com centralismos ibéricos e supremacias culturais... 

27/10/2011

Grandes personalidades do PSD...

Duarte Lima acusado de ter morto Rosalina Ribeiro (SIC)
 Duarte Lima
Advogado e político português
Deputado à Assembleia da República de 1983 a 1985, de 1999 a 2002 e de 2005 a 2009
Vice Presidente da Comissão Política Nacional do PSD de 1989 a 1991
Líder do Grupo Parlamentar do PSD de 1991 a 1994
Acusado pelo Ministério Público do Brasil de ter assassinado Rosalina Ribeiro

Goza de presunção de inocência, até ser provado em tribunal que é de facto o homicida da sua cliente  milionária. Para isso terá de ser "apanhado pela Interpol" para ser apresentado à justiça brasileira, visto não haver Tratado de Extradição entre Portugal e o país "irmão" da América do Sul. É possível - muita gente gostaria de acreditar e só lhe ficava bem -, que o ilustre e honrado cavaquista se apresente de livre e espontânea vontade perante o tribunal, para provar a sua inocência. Até lá, os cegos continuarão sem ver, os surdos sem ouvir e a verdade sem se cumprir... 
Mais informação aqui

Eles são a tua crise (3) - tu pagas, eles (23+4=27) viajam à tua custa...

26/10/2011

O CONSELHO responsável do ESTADO a que Portugal chegou...

Reunião do Conselho de Estado
Há muitos outros rostos que ficariam bem na imagem, e não deixa de ser uma falha grave a ausência de  figurões como Sócrates e Dias Loureiro - entre outros -, dois artífices do actual estado da nação, que só enriqueceriam a fotografia e tudo o que ela simboliza. No entanto, aqui está bem representada a "inteligência" do bloco central - PSD/PS - responsável por tudo o que te (nos) está a acontecer, para gáudio de banqueiros, velhos e novos ricos, accionistas, bolsistas e tantos outros istas como toda a casta de vigaristas.  A pose e o discurso são (aparentemente) sérios. Mas, como podes tu acreditar nas palavras proferidas por estes (maus) actores de uma (má) ópera bufa? Quando falam do "Interesse Nacional", é dos seus próprios interesses que falam, e dos daqueles que representam... Portanto, faz memória, e presta a melhor homenagem a Bordallo Pinheiro fazendo-lhes um enorme manguito e, que o metam onde lhes der a gana...

17/10/2011

Galiza, sempre!


Não quero mais saber do lirismo que não é libertação.
 Manuel Bandeira*
*http://pt.wikipedia.org/wiki/Manuel_Bandeira

Greve Geral - ontem já era tarde...


... no entanto, contra os ratos de gabinete mesmo que se chamem "Gaspar", insensíveis às tragédias humanas porque os homens, para eles, não passam de números num jogo infanto-juvenil do "monopólio", venha ela, e seja o povo capaz de lhe dar a resposta que merecem. 

15/10/2011

É urgente abrir a caça ao Coelho... (2)

 O futuro dele é a tua miséria...

 

...e antes que te coma todas as cenouras, acabe com os legumes e te destrua a horta...
No dia 15 de Outubro vai para a rua dar caça ao roedor!


13/10/2011

Governo português acaba de declarar guerra ao seu povo.

Pedro Passos Coelho sublinhou que a eliminação dos subsídios de férias e de Natal será uma medida temporária
O fantoche de Angela Merkel em Portugal - Passos Coelho - acaba de declarar guerra ao seu próprio povo, condenando-o à miséria ao exigir-lhe o pagamento duma crise provocada pelos crápulas do costume - políticos corruptos, gestores corruptos, banqueiros agiotas e corruptos, e um longo etc de bandidos que cometem as maiores atrocidades a coberto de uma lei feita à sua própria medida. Porque têm de ser os trabalhadores, os reformados e os desempregados a pagar os BPN, os sacos azuis de Felgueiras, as contas do "inocente" Isaltino na Suiça, os desvarios do Alberto João, o enriquecimento ilícito de uns quantos quadros "dedicados" dos partidos do centrão, cuja única obra tem sido afundar o país ao longo mais ou menos de três décadas, construindo para si próprios bóias de exibição de mordomias? Porque têm os jovens de abdicar do futuro em função duma política austeritária que só beneficia aqueles que a apregoam? Ao terrorismo do Poder o povo deve responder com luta sem quartel onde quer que seja e como seja. Qualquer "Poder" que não sirva os cidadãos é ilegítimo, portanto, todo o cidadão tem o direito de se defender, utilizando os meios e os métodos necessários para o derrubar. 

06/10/2011

Lugar à Música 19

Poema de Sophia


Retrato de Sophia de Mello Breyner Andresen por Arpad Szenes


Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão
Porque os outros têm medo mas tu não
Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão
Porque os outros se calam mas tu não

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo
Porque os outros são hábeis mas tu não

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos
Porque os outros calculam mas tu não.



Sophia de Mello Breyner Andresen



02/10/2011

No coração do sistema...


Agudiza-se o estado de saúde do capitalismo selvagem. Se a exploração dos povos é mundial, a Revolução será mundial. A Nova Iorque junta-se agora São Francisco, Boston Washington e muitos cidadãos de outras cidades se seguirão. Se em Brooklyn detiveram 700 cidadãos por dizerem não aos abusos do capital, milhares se levantarão para exigir justiça. O Neoliberalismo - face mais agressiva do capitalismo - tem os dias contados. Não cairá amanhã, nem passado, mas caminha a passos largos em direcção à guilhotina que nos quer impor. Nos EUA, na UE, ou em qualquer outro sítio do planeta onde nos queiram escravizar, lá nos encontraremos sem lhe dar tréguas até ser possível aplicar-lhe a eutanásia...

01/10/2011

Todos à rua...

Manifestação nacional da CGTP - 1 de Outubro em Lisboa e no Porto
Falta menos de uma (1) hora. Vais mostrar a tua indignação ou acreditar em milagres? Vais ser homem e/ou mulher, exercendo os teus direitos de cidadania ou continuar a ser um animal doméstico "bem comportado"? Vais lutar por todos nós ou esperar que os outros lutem por ti?  

Justiça em Portugal?


"2002 - Isaltino Morais era presidente da Câmara de Oeiras há 16 anos quando abandona o cargo para assumir funções de ministro das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente do XV Governo Constitucional, chefiado por Durão Barroso.

Abril 2003 - Isaltino abandona o cargo de ministro, quando surgem suspeitas de que tinha contas bancárias não declaradas na Suíça e na Bélgica, dando lugar a uma investigação levada a cabo pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal.
Junho 2005 - Em plena pré-campanha eleitoral autárquica, onde era candidato independente, Isaltino é constituído arguido.
Junho 2008 - O Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa decidiu que o autarca vai a julgamento, por crimes de participação económica em negócio, corrupção, branqueamento de capitais, abuso de poder e fraude fiscal.
Agosto 2009 - O presidente da Câmara de Oeiras é condenado a sete anos de prisão e a perda de mandato por fraude fiscal, abuso de poder e corrupção passiva para ato ilícito e branqueamento de capitais no tribunal de Sintra. Perante esta sentença, Isaltino Morais recorre para a segunda instância.
Julho 2010 - Depois de apreciar o recurso, o Tribunal da Relação de Lisboa decide baixar a pena de prisão de sete para dois anos pelos crimes de fraude fiscal e branqueamento de capitais, mas anulou a pena de perda de mandato.
Setembro 2010 - Ministério Público recorre da decisão do Tribunal da Relação de Lisboa. Defesa de Isaltino Morais avança com recursos para o Tribunal Constitucional e para o Supremo Tribunal de Justiça para "fazer cair" a pena de prisão efetiva.
Maio 2011 - O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) rejeita pedido de anulação de pena de dois anos de prisão efetiva de Isaltino Morais e faz subir para o dobro a indemnização cível a que estava sujeito a pagar. Para que a decisão não transite em julgado, Isaltino Morais apresenta recurso ao Tribunal Constitucional. A defesa do autarca apresenta também um recurso para o STJ, arguindo nulidades da decisão condenatória do Tribunal da Relação.
Junho 2011 - O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) admite a subida do recurso da defesa de Isaltino Morais para o Tribunal Constitucional, com efeito suspensivo da pena de prisão efetiva.
Setembro 2011 - Isaltino Morais é detido pela PSP, no "cumprimento de um mandado de detenção"."*
*http://aeiou.expresso.pt/cronologia-caso-isaltino-dura-ha-mais-de-oito-anos=f677366


Crime e castigo - Homem que roubou galinhas vai ser julgado

"Noticia o JN que está marcado para o dia 20 de Abril, no Tribunal da Maia, o julgamento de um homem que, em 2007, terá arrombado um galinheiro e furtado duas galinhas no valor de 50 euros. A Justiça tarda, mas chega. O criminoso andou mal e merece justa punição, quer pela mediocridade de fins quer pela ruralidade de meios.
Gente como ele, que pilha galinhas em vez de fundar um banco e pilhar as contas dos depositantes, ou como aquela septuagenária que não pagou uma pasta de dentes num supermercado em vez de pedir uns milhões à Caixa, comprar o supermercado na bolsa e igualmente não o pagar, vendendo-o depois à Caixa através de um "offshore" pelo dobro do preço (ou vendendo-lho mesmo antes de o ter comprado), não tem lugar no Portugal moderno e empreendedor.
Ainda por cima, deixou-se apanhar. Se calhar, até confessou, em vez de invocar lapsos de memória. E aposto que nem se lembrou de se divorciar antes de ser preso, pondo os 50 euros a salvo na partilha de bens.
Não queria estar na pele do seu advogado, não há Código de Processo Penal que valha a um caso destes. É condenação mais que certa."

Crónica de Manuel António Pina, no Jornal de Notícias de 3 de Março de 2009

Isaltino Morais foi devolvido à liberdade *


As leis paridas pelas máfias do poder continuam a funcionar. Esperavam o quê?
Continuem a votar nos supostos "defensores do estado de direito", esse centrão arrogante e novo rico, "que dos seus próprios direitos" sabem eles,e as prisões em Portugal não se fizeram para receber delinquentes de camisas engomadas e colarinhos brancos.